Critical Review: Primeiro Amor/ First Love de/by James Patterson e/and Emily Raymond

17:49:00 Catarina Ferreira 0 Comments



Versão Portuguesa                                                              English Version

 Versão Portuguesa  


Quantas vezes durante a nossa adolescência pensamos em fazer uma viagem para bem longe das nossas responsabilidades e problemas diários? Fazer o impensável…
 
Axi Moore, uma rapariga exemplar, decidiu abandonar o pai e a escola para embarcar numa viagem pelos estados dos Estados Unidos da América. Não sozinha, ela força o seu amigo, por quem também está apaixonada, Robinson para a acompanhar.


Vou fugir. E Ficas a saber que também vens.
Robinson é apresentado como um rapaz aventureiro e rebelde, mas há medida que vamos lendo, apercebemo-nos que é uma máscara que ele usa para se proteger.

Axi é uma rapariga organizada e certinha. Tem a sua viagem planeada com todos os sítios onde quer visitar. Por sua vez, Robinson é o seu oposto. Para ele, todas as decisões erradas e irracionais são bem-vindas. Quase todas. A viagem começa a sair do controlo quando são perseguidos pela polícia. Mas para Robinson isso não é um problema, o que importa são as memórias que ambos estão a criar. Juntos.


Se esta viagem for um erro, será o melhor que alguma vez cometeremos.
A história está dividida em duas partes. Praticamente como se fosse a parte boa e a parte má. A parte fantasia e depois a realidade. Até porque na primeira parte não compreendemos o porquê de certas decisões, mas na segunda as peças juntam-se e percebemos tudo.

Este livro é muito mais que a primeira vez que uma adolescente se apaixona. É uma lição de vida, o despertar para da amarga realidade.


Podemos planear a nossa fuga, abandonar a nossa vida e a nossa família, e podemos acelerar por uma autoestrada num carro roubado. Mas há coisas das quais não se pode fugir.
Para além destes momentos de reflexão por parte de Axi, uma vez que a história é contada pelo seu ponto de vista, somos brindados com um romance puro e inocente, que aí sim, o leitor viaja no tempo e recorda-se das emoções do primeiro amor.

Admito. Este foi o primeiro livro que li de James Patterson. E da Emily Raymond também. Foi maravilhoso, porque deixa o leitor entrar e quase fazer parte. Talvez o que tenha tornado ainda melhor e mais emotiva a leitura foi o facto de logo no início o autor deixar-nos uma mensagem de quão intima e pessoal esta história é para ele, uma vez que remonta ao seu passado (tirando a parte de roubar os carros).
No momento que li esta mensagem soube que não ia haver um final feliz, sabia que alguma coisa ia acontecer. Mas acho que talvez foi essa mesma a razão de ler, mesmo que não tenha gostado do fim. Essa e da mensagem na contra capa.


Pensávamos que podíamos fugir do mundo. Viver aquela aventura louca e viajar sem destino. Pensávamos que podíamos escapar ao tempo. E de certa forma foi isso que conseguimos.
É uma história épica que nos deixa a pensar em certas decisões que nós fazemos e perceções que temos.

De James Patterson e Emily Raymond
Traduzido para Português por Rita Figueiredo
Topseller
270 páginas
XOX
-Catarina Ferreira

English Version


How many times during our teenage years we thought in doing a trip to go far away from our responsibilities and our daily problems? Do the unthinkable…

Axi Moore, a good girl, decided to abandon her father and school to go on a trip through the states of the USA. Not alone, she forces her best friend, whom she is in love with, Robinson to go with her.


I’m running away. And FYI, you’re coming too. 

Robinson is described as an adventurous and rebellious boy, but soon we realize that is a mask that he wears to protect himself.
 

Axi is an organized and uptight girl. She has the entire journey planed with the paces that she wants to visit. For the other hand, Robinson it’s the complete opposite. For him, all of the irrational and wrong decisions are welcome. Almost every. The journey starts get out of their hands when they are chased by the cops. But for Robinson that’s not a problem, what really matters, are the memories that both are making. Together.
 

If this trip is a mistake, it’s the best one we’ll ever make.

The story is devided in two parts. It’s almost like the good part and the bad one. The fantasy part and then comes the reality. Even because the first one we don’t understand why they make some decisions, but in the second one the pieces come together and we understand.
 
This book is more that the first time that a teenage girl falls in love. This is a life lesson, the awakening for the bitter reality.
 

You can plot your escape, you can ditch your life and your family, and you can race down a two-lane highway in a stolen car. But there are things you can never outrun.
Beyond these moments of reflection from Axi, once the story is tell by her point of view, we are toasted with a pure and innocent romance, that then yes, the reader can have a time travel and rewind the emotions of the first love.

I admit. This was the first book that I read about James Patterson and Emily Raymond as well. And it was wonderful because it let the reader get in and almost be apart. Maybe what really got even better and had become more emotional the reading was the fact that right in the beginning the author leave us a message of how intimate and personal this story is for him, once that goes back to his pass ( except stealing cars).
In the moment that I read that I read that message I knew that it wouldn’t have a happy ending, I knew that something was going to happen. But I guess that was the main reason that kept me interested, even though I didn’t like the end. That and the message in the back cover (at least in the Portuguese edition)

We thought we could run away from the world. A mad adventure across the country. We thought we could escape time. And for a while we did.

It’s an epic story that leaves us thinking in certain decisions that we made and perceptions that we have.

First Love
By James Patterson and Emily Raymond
Little, Brown and Company
278 Pages
XOX
- Catarina Ferreira

0 comentários: